O Amor - O início | Mamãe Recomenda

23 de junho de 2010

O Amor - O início

Gostei muito dessa matéria sobre como a Natureza criou o amor para preservar a continuidade da existência do homem, da Revista Superinteressante. Dividida em três posts: O início, O meio e O fim.
Amor - o Início 

"Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente." 
trecho de Soneto do Amor Total - Vinicius de Morais

Do matemático Blaise Pascal ("o coração tem razões que a própria razão desconhece") ao físico Albert Einstein ("como a ciência poderia explicar um fenômeno tão importante como o amor?"), todas as maiores mentes da humanidade se declararam impotentes frente aos mistérios e caprichos da paixão. 

A Ciência afirma, que existe lógica no Amor.  A pilha de neuro transmissores, hormônios e instintos  são os culpados pelo nascimento, evolução e morte dos relacionamentos.
Homens valorizam a beleza. Mulheres preocupam-se com o que o parceiro tem a oferecer. Parece machista, mas essas diferenças entre homens e mulheres são as mesmas em qualquer lugar do mundo desde os primórdios da nossa espécie.
Para as mulheres, beleza não se põe na mesa, apesar de abrir o apetite., dependendo da intenção da moça. Para simples aventura, os machões são os escolhidos. Para uma relação estável, prefirimos os homens com os traços mais delicados. Apesar dos homens de aparência máscula serem atraentes, eles são mais propensos à violência e à infidelidade devido ao excesso de
testosterona.
 Aquele lance de pele, de cheiro, de gosto que nos faz ficar viciado no outro é resultado da compatibilidade imunológica do casal. Instintivamente, isso nos atrai, porque resultará em descentendes geneticamente variados, com maior capacidade de resistir a doenças.
E depois desse monte de estudos comportamentais, você conheceu a pessoa certa, com o cheiro certo, com a cara certa e a grana certa. Falta o essencial para unir isso tudo: a paixão. Para dar liga a isso tudo, a natureza criou 3 mecanismos  cerebrais:
Testosterona para o desejo sexual, - tanto em homens quanto em mulheres. Dopamina para alimentar o romance, nos deixando com aquela cara de bobos apaixonados e ocitocina (na mulher) e vasopressina (no homem) para finalmente agregar o desejo e a euforia ao companheirismo. E embora pareça uma coisa só, cada hormônio é independente. Por isso, que você pode se apaixonar loucamente, mas não amar o cidadão, e vice-versa. E para dar razão aos poetas, que reclamam da insensatez do amor,
esses sistemas interferem uns com os outros. O sexo pode aumentar os níveis de dopamina - que provoca paixão e romance. E o orgasmo provoca a descarga de ocitocina e vasopressina - os hormônios da ligação. É por isso que, biologicamente, não existe sexo 100% sem compromisso. Você sempre corre o risco de acabar se apaixonando por alguém com quem não tinha intenção de se envolver.
Sentindo todos os sintomas da paixão, aquela vontade de não se desgrudar, causado pelo neurotransmissor da paixão, a dopamina, o mesmo envolvido nos casos de dependência química. E sua felicidade e seus hormônios passam a ser controlados pela pessoa amada. Se ela aparece, você sente aquela alegria, se ela some, o desespero bate, a ansiedade domina e ficamos desnorteados. Eis as delícias e crueldades da paixão.

"E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude." 
trecho de Soneto do Amor Total - Vinicius de Morais 

E agora? Como se dá a evolução do amor? Leia mais em Amor - O meio

Fonte: Revista Superinterssante
Imagens: Amor, Mão e Amor3 

Um comentário:

  1. Parabéns pelo blog,gente fina. Achei o layout muito interessante, especialmente no tocante às sidebars. Grato pelo contato que estabeleceu comigo através do 'Ver!'.

    ResponderExcluir

Um blog não é nada sem o seu comentário! Participe!

Você sabe o que rola por ai? O Ocioso sabe...

Siga também!

Licença Creative CommonsProtected by Copyscape Online Plagiarism Finder Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Link Building - Free Innovative Link Exchange, Link Trading and Link Building
Do not just trade meaningless links, trade them to build your site. Use the Link And Build Innovative Link Technology to Build and Optimize Your Websites. Fast, Easy and Very Effective.

Uptime for Mamae Recomenda: Last 30 days
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger