Ou isto ou aquilo | Mamãe Recomenda

5 de agosto de 2010

Ou isto ou aquilo

Eu já falei sobre "Palmada Educativa". Mas, aproveitando o movimento atual de guerra contras as palmadinhas, resolvi voltar a esse assunto. Na verdade, recebi um comentário sensacional do sábio Vilson Borba, que motivou-me a retomar essa questão.

kids
"Antes foi a vara agora a palmada. Penso que a palmada intimida a criança a não fazer o que não deve. O ensino verbal serve para ensinar a criança a fazer o que é certo e a palmada para corrigir quando a criança faz algo errado. Creio que estes elementos são necessário para uma boa disciplina,quando a criança merece. 



Todos nós somos sabedores que a vida é uma vara á nos corrigir constantemente. Todos erramos e as crianças erram também. Somos todos crianças e estamos sempre apanhando com varas da vida,e como é dolorido,mas é para o nosso próprio bem. 
As novas leis podem livrar a criança da vara e da palmada,mas não vão poder impedir as varadas da vida quando elas estiverem adultas. Dependendo da criança e da familha,nem ensino,nem vara,nem palmada vai torna-la uma pessoa melhor ou perfeita para o futuro.
Mas isto é o melhor que os pais tem a fazer e o resto a vida por si só se encarregará.

O QUE RETÉM A VARA ABORRECE A SEU FILHO, MAS O QUE AMA, CEDO O DISCIPLINARÁ. provérbios 13:24

SABE, POREM, ISTO: NOS ÚLTIMOS DIAS SOBREVIRÃO TEMPOS DIFÍCEIS; POIS OS HOMENS SERÃO EGOÍSTAS, AVARENTOS, JACTANCIOSOS, ARROGANTES, BLASFEMADORES, DESOBEDIENTES AOS PAIS, INGRATOS, IRREVERENTES. 2timóteo 3:1

Este é o retrato do homem nestes últimos dias e os pais devem ficar atento para que seus filhos não seja um deles. Observem essas novas leis se trarão bons resultados."  Vilson Borba

Eu não poderia descrever essa questão tão bem, quanto o Sr. Vilson. 
Essa sensação de impunidade que resulta nessa baderna de valores, que vivemos é fruto da ausência de limites, da educação permissiva, da relação equivocada de amizade entre pais e filhos. Pais são pais, amigos são amigos. Não devemos confundir esses papéis. Nossa função é educar e preparar para a vida, que não é fácil, nem dócil, nem permissiva! Os psicologos afirmam que para educar não há necessidade de bater, que o diálogo resolve. Claro que resolve em várias questões. Mas, existem comportamentos que não devem ser tolerados e se não sentirmos na pele, o tamanho do erro, carregaremos a sensação de que cometer erros nem é tão grave assim.
kidsCompensar a ausência com falta de limites não é amor. Pais que amam verdadeiramente seus filhos, querem que eles sigam o caminho da retidão, do amor ao próximo, do respeito. As palavras nem sempre são suficientes para indicar esse caminho. Inclusive, palavras podem ferir mais que uma palmada, elas sim, causam danos irreversíveis.
Quem lamenta esse pensamento, pode rever as gerações passadas, que educados com rigidez, cresceram pelo caminho do bem e da prosperidade. Se observarmos o comportamento da maioria dos jovens de hoje, que não respeitam ninguém, não produzem nada, consomem tudo, não planejam o futuro e não podem ser contrariados, podemos comprovar que esse modelo de educação, que vem sendo proposto  não funciona.

Sendo assim, deixo um lindo poema de Cecília Meireles, para incentivar a reflexão:

Ou isto ou aquilo

meninaÉ a menina manhosa
que não gosta da rosa,
que não quer a borboleta
porque é amarela e preta,
que não quer maçã nem pêra
porque tem gosto de cera,
que não toma leite,
porque lhe parece azeite,
que mingau não toma,
porque é mesmo goma,
que não almoça nem janta
porque cansa a garganta,
que tem medo do gato,
e também do rato,
e também do cão
e também do ladrão,
que não calça meia
kids
porque dentro tem areia,
que não toma banho frio
porque sente arrepio,
que não toma banho quente
porque calor sente,
que a unha não corta,
porque sempre fica torta,
que não escova os dentes,
porque ficam dormentes,
que não quer dormir cedo,
porque sente imenso medo;
que também tarde não dorme,
porque sente um medo enorme,
que não quer festa nem beijo
nem doce nem queijo...
Ó menina levada,
Quer uma palmada?
Uma palmada bem dada
Para quem não quer nada!"
 Cecília Meireles

3 comentários:

  1. Márcia,o seu texto reflete bem o que também penso.Já disse em outras oportunidades que levei algumas "correções" de meus pais e nem por isso cresci revoltada ou traumatizada.Cabe a cada pai decidir como quer educar seu filho;é claro que não somos defensores da violência,mas uma palmada não mata ninguém, e como diz o ditado:"Pé de galinha não mata pinto".A ausência de limites da juventude é a maior prova que a imposição de limites dos pais ao filhos gera um mal muito maior.
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Marcinha, minha linda!
    Bem, já tive alguns debates no dihitt por causa desta questão. Eu ainda sou da opinião que "asa de galinha não mata pintinho" como já dizia a minha avó. Os radicais acham que quando dizemos "palmadas", estamos dizendo "espancamento"...e são coisas bem diferentes! Não vou ensinar a pais marmanjos em como educarem seus filhos. Cada um siga e adote os seus métodos. O que eu sei é que na minha casa, com os MEUS FILHOS, educo eu, da forma que eu achar melhor para eles. Levei palmadas na vida e: "hello!!! estou aqui, vivinha da silva e se traumas!". Portanto, como você bem escreve em seu texto, a geração dos filhos criados apenas na base do diálogo e com a permissividade de que criança pode tudo, será a geração dos jovens que matam e batem em seus pais...
    E tenho dito!
    Grande beijo, minha linda!
    Jackie

    ResponderExcluir
  3. bater em uma criança indefesa perante a força física dos pais ensina a elas que, se voce é mais forte, pode fazer valer a sua vontade pela força física sempre que julgar necessário. Voce aprendeu isso e está repassando aos seus filhos: respeito pela força da brutalidade não é educação, é apelação de quem não conseguiu o respeito de outra forma.

    ResponderExcluir

Um blog não é nada sem o seu comentário! Participe!

Você sabe o que rola por ai? O Ocioso sabe...

Siga também!

Licença Creative CommonsProtected by Copyscape Online Plagiarism Finder Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Link Building - Free Innovative Link Exchange, Link Trading and Link Building
Do not just trade meaningless links, trade them to build your site. Use the Link And Build Innovative Link Technology to Build and Optimize Your Websites. Fast, Easy and Very Effective.

Uptime for Mamae Recomenda: Last 30 days
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger