Liberdade para sonhar | Mamãe Recomenda

17 de agosto de 2010

Liberdade para sonhar

Estou lendo "O Livro do Desassossego" de Fernando Pessoa. Este livro é uma reflexão sobre a vida. Não há uma frase se quer, que não nos leve a refletir sobre as ações da nossa própria vida. Um trecho logo no ínicio, chamou minha atenção:
"(...) Tenho que escolher o que detesto - ou o sonho que minha inteligência odeia, ou a ação, que a minha sensibilidade repugna; ou a ação para que não nasci, ou o sonho, para que ninguém nasceu. (...)" 

kush
Vladimir Kush


Acho que também sofro desta dúvida, mas não sei se posso concordar que ninguém nasceu para sonhar... e no fundo acho que nem o próprio Fernando Pessoa concordava. No breve espaço entre nascer e morrer, acho que nossa única bagagem são os nossos sonhos.

bagagem
Vladimir Kush
Entre a dureza da realidade, que nos esmaga a esperança, sonhar nos dá a possibilidade de carregar as baterias, nos encoraja a continuar tentando. Triste de quem abandona os próprios sonhos, diante dos desencantamentos do caminho.
Como disse Satre, "Determinado rochedo, que demonstra profunda resistência se pretendo removê-lo, será, ao contrário, preciosa ajuda se quero escalá-lo para contemplar a paisagem."
Assim nesse universo de contradições, que é nossa existência, escolher entre agir e sonhar, significa, não apenas, o modo como iremos escrever nossa história, mas como ela será lida depois.
drfranken
DrFranken
Aqueles que optaram por sonhar e agir, foram aqueles que entraram para a história da humanidade. Tornaram-se heróis e exemplos. Escreveram sua história para servir de guia e inspiração para outros. Como cada dia, raros são os heróis que surgem, parece que o mundo e nós mesmos, perdemos a liberdade de escolher e realizar. Também passamos a responsabilizar o tempo e o vento pelas mudanças e fracassos. 

Esse argumento sobre a liberdade que não temos, refere-se a nossa impotência diante da vontade de mudar. Mas, parece que somos fracos diante da nossa própria realidade. Não nos sentimos livres, porque nossa história parece  já ser escrita, com todas as adversidades incluídas. Usamos  essa sensação como desculpa para nossa impotência, justificando não dominar nem nossos apetites mais insignificantes ou nossos hábitos. 

Embora, tudo leve a crer que algo em nossa vida, parece previsto, isto não justifica, viver à margem dela. Ainda segundo Satre, o rochedo fica à espera de ser considerado adversário ou auxiliar, e mesmo que haja a necessidade de picaretas e ganchos para escalá-lo, e mesmo que seja muito dificil, ou que se chegue a conclusão de que não é possível escalá-lo, isso tudo nos prova que temos sim, liberdade para avaliar e escolher como agir. 
A capacidade de avaliar e escolher é o que diferencia aqueles que conquistam seus propósitos. É preciso afirmar e contradizer os livros de autoajuda ou a física quântica:  mesmo que sigam à risca os passos para o sucesso,  nem todos o alcançarão. Haja vista que, o sucesso só é especial, por pertencer a poucos.  O importante é sonhar e agir em prol da cura de nós mesmos, tornando importante a nossa existência para aqueles que com ela cruzarem. E como escreveu Fernando Pessoa, que me inspirou nessa viagem filosófica: "Se o que deixar escrito no livro dos viajantes puder, um dia relido por outros, entretê-los também na passagem, será bem. Se não o lerem, nem se entretiverem, será bem também.

8 comentários:

  1. Márcia,
    Você não poderia ter escolhido melhor livro para ler.
    Como diz Fernando Pessoa em seu livro Desassossego:
    "Sou qualquer coisa que fui. Não me encontro onde me sinto e se me procuro, não sei quem é que me procura. Um tédio a tudo amolece-me. Sinto-me expulso da minha alma".
    "Sou uma espécie de carta de jogar, de naipe antigo e incógnito, restando única do baralho perdido. Não tenho sentido, não sei do meu valor, não tenho a quem me compare para que me encontre, não tenho a que sirva para que me conheça".
    A liberdade é um estado de espírito, e muitas vezes não conseguimos nos desvencilhar das grades que nos cercam, e temos que continuar presos dentro de nós mesmo.
    Parabéns pelo excelente texto.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. O Fernando esse grande poeta português,sempre a nos ensinar algo
    Sonhar e Agir,eis a combinação perfeita não é mesmo,é necesário sempre determinação para irmos além dos nossos sonhos para alçarmos voo rumo aos nossos objetivos.
    Márcia,eu conheci seus escritos desde da semana dos escritores (do blog da Jackie (a fênix - mulher))e estou muito admirado com o seu talento para lidar com as palavras,sério mesmo,bendita hora que entrei para o Dihitt (estou há 4 meses e estou encantado com todos os amigos,todos ao seu modo têm algo a acrescentar.Obrigado.
    Um Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Um esse trecho e texto me fez pensar no Louco do tarot, afinal, nunca sabemos se ele ta chegando agora, ou se esta saindo dessa para outra fase.A bolsa ou trouxa que ele carrega pode ser seus sonhos, talentos, dons, que ele traz de outra vida ou simplesmente a sabedoria do hoje, com espaço para mais e mais.E ai, chegamos ou saimos?Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Márcia, tenho este livro na minha cabeceira. E afirmo que Fernando Pessoa acreditava em sonhos e realizações, o que ele mais temia era sonhar e não agir... ficar parado a espera do milagre que não viria sem a ação.
    Acredito que o sucesso seja para todos sim, no entanto, como muito bem colocado no seu texto, para alcançá-lo é necessário sonhar, acreditar e agir! A dificuldade está em alcançar na medida certa os três....
    Beijo no coração

    ResponderExcluir
  5. Márcia, parabéns pela matéria adorei vou procurar este livro pra ler.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Amo Fernando Pessoa. Muita coisa do que ele escreve parece ter saído de mim. Às vezes, a vida não é boa com quem sonha, mas desistir, jamais! :)

    ResponderExcluir
  7. Flávio, homem, desculpe a demora na resposta!
    Também faço essa pergunta! diante de tantas situações, não parece que já trazemos bagagem... será que estamos chegando? Enquanto, em outras encontramos as repostas das perguntas que nunca fizemos! Será que estamos saindo? Enfim, acho que no fundo sabemos as respostas! Será? Obrigada pela ilustre e iluminada visita!

    ResponderExcluir
  8. Giselle, mulher! Tenho essa mesma sensação! Parece que eu poderia ter escrito, parece que ele escreveu para mim! Fernando Pessoa tem esse poder... de falar diretamente com cada um que o lê. Simplesmente, sensacional! Muito obrigada pela visita e por participar! Bjo enorme para vc! marcia

    ResponderExcluir

Um blog não é nada sem o seu comentário! Participe!

Você sabe o que rola por ai? O Ocioso sabe...

Siga também!

Licença Creative CommonsProtected by Copyscape Online Plagiarism Finder Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Link Building - Free Innovative Link Exchange, Link Trading and Link Building
Do not just trade meaningless links, trade them to build your site. Use the Link And Build Innovative Link Technology to Build and Optimize Your Websites. Fast, Easy and Very Effective.

Uptime for Mamae Recomenda: Last 30 days
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger